Entenda o conceito dos Strip Malls

Os strip malls já são bem conhecidos nos Estados Unidos, sendo referências consolidadas para o varejo de lá. A mudança de status deste modelo de negócio vem acontecendo no Brasil de forma gradual e faz parte do desenvolvimento econômico e urbano do país.


Os strip malls podem ser basicamente descritos como centro de conveniência, com uma linha de lojas de produtos e serviços para atender consumidores com pressa, focados em bairros mais populosos. O modelo se baseia no conceito de one stop shop, no qual clientes consomem diversos produtos e serviços em uma só parada. Por isso, exige um mix de lojas mais focado na oferta de serviços e conveniência.


O fato de serem menos tumultuados e mais acessíveis torna os malls uma ótima forma de investimento no comércio local, com as seguintes vantagens:


  1. custo operacional se torna muito reduzido em relação ao shopping center tradicional;

  2. maior fidelização do público da região por toda a relação que o consumidor já tem com o local de uma forma geral;

  3. o bairro ou região ganha um centro de conveniência, que gera empregos, facilidades e ajuda no crescimento econômico local;

  4. menor custo de condomínio;

  5. o custo do projeto, construção e manutenção é inferior à de um shopping center e a obra ficará pronta em menos tempo;

  6. por ser de fácil acesso e grande segurança, gera um volumoso tráfego entre uma loja e outra;

  7. possui um custo de ocupação até 50% menor que o de um shopping center;

  8. não há concorrentes diretos no mesmo espaço;

  9. estacionamento de fácil acesso e seguro.


Em resumo, o Strip Malls é um centro de compras menor, mais acessível e menos cheio, quando comparado ao shopping center. Entretanto, na maioria das vezes, oferece os mesmos tipos de produtos e serviços, como por exemplo: drogaria, mercado, banco, lojas de conveniência, cafés, lanchonetes, fast food e drive thru.

3 visualizações0 comentário